Se você procura qualidade, inovação e bem-estar, seja bem-vindo à DiCorpo!

Últimas

Água ou Isotônicos: Qual é a melhor opção para se hidratar?

Quem malha sabe bem sobre a importância de se hidratar enquanto se exercita. Mas, qual a melhor opção, água ou isotônicos? Segundo estudos, considerando-se que há perdas significativas de líquidos e minerais durante o exercício, principalmente pelo suor (sudorese), nossa ingestão hídrica deve ser aumentada para que a desidratação não interfira no funcionamento do nosso organismo e no desempenho do treino.

Sendo assim, a hidratação deve ser feita desde o início da atividade porque não importa apenas o quanto você ingere, mas também a frequência. Até porque, a sede é um sinal tardio de desidratação (o corpo está pedindo água). Em qualquer atividade física não existe a necessidade que a hidratação seja feita com algo além da água, a não ser que essa atividade ultrapasse uma hora.

Isso tudo porque as reservas glicêmicas do nosso organismo seriam suficientes para manter a glicemia sanguínea em níveis aceitáveis, porém, ultrapassada essa duração, as bebidas esportivas que contenham apenas carboidrato seriam as alternativas mais interessantes para fornecerem substratos energéticos que retardariam a fadiga durante a atividade.

E os isotônicos? “Para que não haja confusão, bebidas isotônicas são chamadas assim por conterem uma concentração de eletrólitos semelhante aos fluidos do nosso corpo e, portanto, podem ser incorporados e transferidos para a corrente sanguínea. Elas contêm também carboidratos que reduzem o esvaziamento gástrico, por isso, sua ingestão só é aconselhada para atividades com durações maiores”, completa ele.

O objetivo da ingestão dos eletrólitos dos isotônicos é a reposição do que foi perdido no suor. A reposição eletrolítica evita perdas de sódio que por sua vez ajudam a reter a água no organismo. Os carboidratos, por sua vez, além de melhorarem o sabor, estimulam a absorção de líquido e dos eletrólitos e, como foi dito, são essenciais no retardo da fadiga.

A temperatura ambiente e o tecido das roupas utilizadas nos treinos também colaboram para manter uma boa hidratação.

Então não esqueça:

- Não espere a sensação de sede chegar, isso significa que você já esta desidratado;

- Escolha horas mais amenas para exercitar-se ao ar livre ou academias climatizadas;

- Utilize roupas que permitam a evaporação do suor.

Fonte: http://goo.gl/rrCXDi

TIDTVK

13 dicas de fitness para você entrar em forma!

1- Dê um tempo aos aparelhos de academia

Permanecemos o dia inteiro sentadas no escritório. Na hora de malhar, o ideal é mudar de posição para sacudir a preguiça. Para manter-se estimulada e criar uma rotina de exercícios, troque a academia pelo parque.

2- Invista nos circuitos

Mover-se rapidamente de um exercício ao outro é ótimo para o sistema cardiovascular e também para tonificar o corpo por inteiro. Vá a um parque e faça três séries com 15 repetições de agachamento, abdominal, polichinelo, flexão de braço, afundo e saltos, sem descanso entre eles.

3- Verifique a postura

Ter consciência corporal é fundamental. Você não deve levantar mais peso do que aguenta. Procure o auxílio de um professor ao executar os movimentos. Cuidado ao levantar carga, pois a má postura pode pressionar ossos e ligamentos e provocar lesões. Verifique a posição correta do corpo antes de fazer qualquer exercício.

4- Leve sua água

Durante a malhação, hidratar-se é muito importante para recompor os nutrientes do organismo. Nos treinos de baixa intensidade, como exercícios na academia, beber água é suficiente. Já nos de alta intensidade e longa duração, ingira bebidas isotônicas. Mas com moderação.

5- Nunca deixe de malhar

Troque elevadores por escadas. Em casa, você pode substituir os aparelhos da academia por exercícios mais simples. Faça abdominais, flexões e agachamentos com pesinhos. O importante é manter a rotina de treinos e não inventar desculpas para abandonar o projeto de boa forma.

6- Faça exercícios ao ar livre

Praticar exercícios ao ar livre estimula a produção de endorfina e alivia o estresse. Além disso, você queima mais calorias quando corre contra o vento. Outra dica que funciona é optar por esportes que tragam prazer durante a prática e ainda sejam benéficos ao seu corpo. O stand-up paddle, o futebol de praia e o surfe são bons exemplos.

7- Finja que ainda é uma criança

Correr é um pouco entediante? Volte a ser criança! Durante os intervalos na corrida, pule corda por 20 segundos. Isso vai deixar o exercício mais divertido e dinâmico.

8- Salte na cama elástica

Quem tem problemas nos joelhos pode sentir dor ao pular corda com intensidade. Uma boa alternativa é saltar na minicama elástica. Os joelhos sofrem menos impacto, o que diminui a possibilidade de lesão, e as calorias queimadas são as mesmas.

9- Alongue sempre

É tentador escapar nos últimos segundos do treino e descartar o alongamento, mas isso pode causar problemas. Essa etapa é a responsável por manter os músculos flexíveis. A solução? Se você não pode alongar no pós-treino, faça estes exercícios ao longo do dia: movimente o pescoço, agache até tocar os pés e faça inclinações laterais com os braços esticados.

10- Mantenha-se na linha

Você está precisando de uma ajudinha para conquistar um corpo saudável? Os aplicativos para celulares e tablets podem ajudar. O da revista BOA FORMA (boaforma.abril.com.br) serve como uma calculadora de calorias. Isto é, ajuda a descobrir o número de calorias que deve ser ingerido para alcançar o peso desejado de acordo com a quantidade e a intensidade de exercícios praticados durante o dia.

11- Aperte o play!

Quando o assunto é entrar em forma, todo incentivo é bem-vindo e a música pode ser uma ótima aliada. Tente montar uma playlist com faixas que considere empolgantes. Músicas que tenham batidas marcadas e animadas, como o hip-hop e o house, geralmente são as melhores opções.

12- Tem que suar

Suar é muito importante para o organismo. A transpiração serve para ajustar a temperatura corporal.

13- Não se esqueça dos lanchinhos

Alimente-se antes e depois de se exercitar para obter melhores resultados. No pré-treino, uma barrinha de cereais ou uma maçã ajudam a manter o pique. Depois, é importante consumir carboidratos e proteínas, pois são eles que irão reparar os músculos e evitar o catabolismo – desgaste excessivo da musculatura, causado por má alimentação e excesso de atividade física.

atividade-fisica-viva-mais

Mau humor lhe deixa mais propenso a escolher junk food

Caught-Eating-Junk-Food

Segundo matéria do Daily Mail baseada em um estudo feito pela Professora Meryl Gardner da Universidade de Delaware, é mais provável que você escolha junk food quando está de mau humor, dizem os pesquisadores. Mas quando você está se sentindo bem, é mais propenso a fazer escolhas mais saudáveis.

De acordo com a equipe de pesquisa norte-americana, um estado de espírito otimista significa que você está mais propenso a pensar sobre o seu futuro e, sobretudo, reconhecendo os benefícios á longo prazo do consumo de alimentos nutritivos.

A professora Gardner diz que quando as pessoas estão de mau humor se concentram em ” o que está perto fisicamente ” . E acrescenta: “As pessoas de mau humor optam por comer alimentos que têm uma recompensa imediata, por ser mais eficaz para chamar a sua atenção à formas mais rápidas para melhorar o seu estado de espírito. ” Para evitar esse comportamento eles devem encontrar uma recompensa alternativa, como: falar com amigos ou ouvir música. Diz a professora.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas em um estado de espírito positivo, gostam das opções mais nutritivas e também gostam da ideia de se manter saudável na velhice .

Texto adaptado de http://goo.gl/v9w8PE

Revigorar, energizar e acalmar

relax-en-arena_1280x800

A vida moderna propicia uma rotina agitada. Stress, ansiedade, cansaço e outros acontecimentos decorrentes desse ritmo frenético podem prejudicar sua vida. Por isso é importante dar atenção aos sintomas e reservar um tempo para recuperar as energias. Abaixo algumas das 51 dicas que a matéria relaciona:

- Para descongestionar a pele castigada pela poluição, faça um ritual de limpeza: higienizar, tonificar e hidratar. E uma vez por semana , esfoliar.

- Quer dormir bem tranquila? Tome uma xícara de chá de maracujá, erva-cidreira ou camomila após o jantar. “Aqueça a água, quando começar  a levantar fervura, desligue o fogo e adicione a erva escolhida. É bom lembrar que os chás de sachês não possuem as mesmas propriedades terapêuticas que a erva a granel”, explica Camila Borduqui, nutricionista do Centro de Estética da Clínica Alan Landecker (SP).

- Aplique uma máscara hidratante enquanto  ouve uma música suave. A receita é de Luana  Rachele, esteticista da Ophicina do Cabelo (RJ): misture uma clara de ovo batida com uma  colher (sobremesa) de farelo de aveia e uma  colher (chá) de mel. Aplique no rosto e deixe agir até secar. Retire com bastante água.

- É possível recarregar as energias durante o dia com um suco revigorante. “Ele é ótimo para ser tomado no meio do dia”, garante Fátima Corradini Domingues, nutricionista e supervisora do Setor de Gastronomia e Nutrição do Hospital e Maternidade São Cristóvão (SP).

SUCO DE LARANJA COMBETERRABA, MAMÃO E AÇAÍ
Ingredientes­: Suco de 1 laranja­, ¼ de beterraba crua­, ¼ de mamão papaia­, 2 col. (sopa) de polpa congelada de açaí
Modo de fazer: Bata tudo no liquidificador. Coe e beba em seguida.

- A água é o meio que o organismo tem para funcionar e se livrar dos subprodutos tóxicos do metabolismo, que podem causar até mesmo aquela enxaqueca fora de hora. Para quem não gosta de beber água, uma dica é aromatizá-la com folhas de hortelã, pedaços de pepino, casca de limão ou de laranja.

- Na cadeira do seu trabalho, faça pequenos intervalos. Alongue os ombros, os braços, a região do pescoço, depois levante e alongue-se por completo.

 - No banheiro, apague as luzes e acenda uma vela com óleos essenciais que purifiquem e energizem o ambiente. Em seguida, tome um banho morno.

Confira a matéria completa no link: http://goo.gl/e8nBY2

Depilação Portátil

1

Os novos aparelhos de depilação prometem remover os pelos praticamente sem desconforto. Conheça as diferenças entre alguns modelos e os cuidados ao usar.

Para diminuir qualquer incômodo, os novos depiladores exibem diferentes recursos. Eles incluem de massageadores acoplados a jatos de ar que anestesiam a pele. Mais um ponto a favor desse método, que é considerado superprático e mais higiênico do que a depilação com cera.

Há, basicamente, dois tipos de equipamento. Um deles arranca o pelo pela raiz, por meio da ação rotativa de mini pinças, acenando com a promessa de pele lisinha por cerca de 20 dias. O outro sistema, assim como as lâminas, apenas corta os fios rentes à superfície – nesse caso, eles crescem logo, em dois dias. “A escolha do melhor método é pessoal e depende de como a pele reage ao procedimento”, afirma a dermatologista Denise Steiner, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A médica observa que, em geral, quem tem pele morena se adapta bem à técnica de remoção pela raiz.

Já as muito claras são mais sensíveis e, por isso, devem evitar esse procedimento, que ainda deixa a região mais suscetível ao encravamento de pelos. Nesse caso, o aparelho elétrico que apenas corta, sem puxar, ou até lâminas comuns são as melhores pedidas. Seja qual for a opção, vale ter alguns cuidados antes, durante e depois da depilação caseira.

Você encontra a matéria completa em:http://goo.gl/QWN37u

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 96.319 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: